4 de jun de 2012


Aquela festa, sozinha , pessoas entranhas, vazias , a musica era boa, a dança me libertava e eu não estava nem ai, sorrindo curtindo o meu momento de liberdade , Tinha um cara, lindo estávamos flertando , aquela coisa de olhares sabem ? Sobre o efeito do álcool ele cria coragem e vem entrar na minha dança,
e me divirto, a conversa os sorrisos, os olhos .. Ah os olhos ! verde, azul ? eram lindos Que Homem , me senti deusa, mas o álcool , o cigarro , aquela coisa de juventude louca sabe ?  Fugi dele e fui dançar sozinha novamente ..

Ah mais em questão de minutos estávamos la de novo se esbarrando em meio tantos ..    não resisti me entreguei ..  que beijo ?  que boca ? GORGEOUS.  mais havia o medo e a timidez, e adivinhem la estava eu e minha falta de atrevimento fugindo novamente .. E ai se perdeu de mim ."(
Tudo bem, naquele momento eu nem me importei, estava na boa, sem arrependimentos , sem os "SE" Tranquila ...
Noite seguida FERIADO, vamos curti outro lugar, linda e maravilhosa,  sozinha na pista , dançando, rindo, feliz, esbarro com quem ?  Ele ?-- Oh My God Debora ? You Here ? (Obs: Irish Men, não fala Português)E um abraco apertado , um sorriso de quem fica feliz em te ver . bastou isso pra me entregar ali naquela hora, naquele lugar, E eu ? Desejei ele como não havia desejado ninguém ah muito tempo .
Me  encantou aquela expressão de felicidade ... e eu la me enrolei , deixei me enrolar naqueles beijos , abraços , apertões , risos, e elogios, morria cada vez que ele falava -- Deborah You is Bealtiful, em inglês isso soa tao mais romântico , haha
Enfim era o convite de uma noite de amor. ele era um turista aqui estava a passeio de barco, e eis que surge o "convite malicioso de me mostrar uma coisa " Confesse seja o que fosse, eu tava interessadíssima nessa tal coisa ...  então fui . eu e ele, debaixo da chuva fina, rindo e dançando,como bêbados na rua. abracados, mãos dadas. cantando feito bobos bobos . como dois apaixonados ..apaixonados por aqueles minutos , por aquela noite . e só !
Não iriamos nunca mais nos ver, nunca mais nos beijar. e eu sabia . Foi isso, naquele barco no rio, de baixo da chuva gelada, sobre o efeito do álcool, molhados, nos beijávamos com paixão, E diante de tudo isso acreditem se quiser, ele não tentou sexo.nem falou sobre isso ..  e querem saber ? isso foi incrível ! Tínhamos tudo pra ter uma transa louca naquele frio toda aquela paisagem, fantasiei milhares de coisas
e NADA . Mais isso que me instigo mais ainda, me deixou na vontade.  Talvez ! I do Know .
Mais  estávamos la curtindo aquilo que acontecia. e na hora da partida uma vontade de não dizer
 - By , maybe See you ?   Não queria largar daquelas mãos que não iriam me tocar mais .. incrível eu só tinha conhecido ele na noite passada , porque sinto isso ?  porque essa vontade toda ?

Queria ter conhecido mais dele, mais foi isso .. e o taxi chega e la vou eu .. Adeus Konan , ou Connan , eu nem sei escrever o nome dele . frustante !
Fui embora daquele barco, e não tive a coragem de falar  Call me maybe,our  FACEBOOK .. ele que tinha que pedir ?  ou talvez eu pudia ter tido mais atitude nessa hora ..
E passou 1 ou 2 meses e eu estou aqui descrevendo aquelas duas noites, pensando no " SE " se tivéssemos mantido contato, SE talvez ele fosse o homem da minha vida ... ele tinha todas as características .. e eu deixei passar .. Ando por ai fantasiando o dia que irei me esbarrar com ele de novo ... acho sinceramente que vou ter essa chance ..
Dizem que se agente deseja muito alguma coisa, e faz por merecer , elas acontecem .. e eu to desejando isso muito , muito mesmo . Então, Deus vai ser bonzinho comigo ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário